terça-feira, 21 de julho de 2015

Puskas // 1 ano



Isto de dizer que o nosso animal de estimação faz parte da família não é da boca para fora, e quando digo que é o meu bebé é porque é mesmo!

A minha pestinha de quatro patas fez no passado dia 18 o seu primeiro aniversário e eu como dona babada (e pirosa, admito e não tenho vergonha nenhuma!!!) fiz-lhe uma mini-festa-de-aniversário com direito a bolo com vela e claro está, prendinhas!!

Tenham calma que não encharquei o gato com bolo de chocolate, nem nada que se pareça!
Como ainda não era adulto não podia comer aquelas latinhas de comida húmida, visto que fez um ano e assim se tornou adulto, estão a pensar numa data melhor para ele as experimentar? Pois eu também não! Mas melhor do que estar para aqui a falar é mostrar as fotos que tirei para recordar o momento.

Ps. Espero que não achem que sou avariada da cabeça, e tenho a esperança que ande por aqui alguém que me compreenda (please?)

(ok, culpada! Dei-lhe uma prenda antes do bolo...)




 (Cá está o bolo e a respectiva vela )  
 (Vamos fazer de conta que ele percebeu o que se passou aqui...)



 (por razões óbvias deixámos o 
  bolo de aniversário inteirinho    
   para ele!)
Teve direito a uma coleira nova, vermelhinha, 
que o bicho é do Benfica!) 
E vocês, lembram-se do dia em que o vosso animal de estimação faz anos?
Beijinhos, 
                   

terça-feira, 14 de julho de 2015

Evolução, they say...

Andava a ver as noticias online, quando me deparo com esta noticia no Expresso:  És nojenta - disseram-lhe .
Não costumo falar sobre estes assuntos mas estas coisas entristecem-me, e de vez em quando não consigo simplesmente passar pelas noticias.

A noticia fala sobre uma blogger que um dia deixou de partilhar fotos perfeitamente arranjada e maquilhada e passou a mostrar a sua cara ano natural. O resultado não podia ser pior. O texto de opinião tem um video feito pela própria, vejam, por favor. 

Isto entristece-me mesmo; Num mundo que se diz em constante evolução acho que a tecnologia evoluiu, a medicina evoluiu mas e as pessoas? Acho que as pessoas estão cada vez menos evoluídas, estão cada vez mais próximas de animais, e nem todos os animais são como certas pessoas. O animal que tenho cá em casa é bem mais civilizado do que muitas pessoas, é bem mais afectuoso do que muita gente que por ai anda. 
Não sei o que se passa com o mundo, não sei quando é que a imagem passou a ser mais importante do que os sentimentos das pessoas, não sei quando é que as pessoas se esqueceram que os outros saem magoados com o que lhes dizem. 
Passa-se de bestial a besta num piscar de olhos, e no caso da rapariga desta noticia, Em, passou de linda a monstro no tempo de tirar a maquilhagem.

A humanidade está a ir num péssimo caminho, e isso entristece-me...

Vejam, por favor, e vocês, bloggers de moda, beleza e afins, ajudem a mudar mentalidades. O mundo está a precisar de mais pessoas, as bestas estão a ganhar.

Artistas da rua

Eu já sei que quando se fala na Margem sul, os primeiros pensamentos vão direitinhos para o tema "insegurança", "assaltos", "vandalismo" e "graffiti" ... Uma vez fui passar a Passagem de ano algures no Norte do país, no meio da noite alguém nos perguntou de onde éramos, e nós sem especificar muito (até porque dificilmente conheceriam esta santa terrinha) dissemos apenas Margem Sul, ao que o rapaz prontamente responde "Margem sul? Margem sul é graffiti!!"

Margem sul não é só assaltos, nem vandalismos, nem há mais graffiti na margem sul do que no resto do pais, tenham lá paciência! Mas numa coisa o rapaz tinha razão, os grafities fazem parte da margem sul, e de vez em quando encontro uns muito bons.

Hoje deixo-vos dois exemplos, um pela frase em si, e outro...bem, o outro vai falar por si.






Confesso, gosto de Graffitis, gosto da arte em si. Não gosto de paredes sujas por uns putos que se acham rebeldes e se limitam a despejar tinta pelas paredes alheias. Gosto destes artistas, que expõem as suas obras em galerias sem portas, em paredes, para toda a gente ver.

quarta-feira, 8 de julho de 2015

Pormenores

      Estava aqui no meu quarto a pensar sobre o próximo assunto a falar no blog e fui ver pastas com fotografias, não me fossem ter escapado algumas que quisesse mesmo mostrar e foi ai que se fez luz!

De facto não me esqueci de publicar nada mas reparei num pormenor numa das fotografias e lá fui eu tirar umas quantas para vos mostrar do que estou afinal para aqui a falar.

Já falei sobre eles numa publicação recente mas hoje apetece-me falar deles num outro contexto.
Para mim são os pormenores que mais importam, não só quando tiro fotografias mas principalmente no dia-a-dia.
Aquelas pequeninas coisas que passam quase quase despercebidas mas que ficam ali mesmo no coração, estão a ver? Aquelas pequenas surpresas que nos fazem ficar com um sorriso na cara o resto do dia e com o coração cheio. É tão bom...e é disso que estou a falar.

Bastou olhar à minha volta e encontrei tantos pormenores que me voltaram a deixar de sorriso na cara só de me lembrar;





Foi à coisa de um ano que o recebi. Foi-me oferecido no final da época passada. A festa era dos miúdos mas a massagista também teve direito a u Não gosto de ser o centro das atenções mas confesso que fiquei toda babada com a atitude. Escusado será dizer que ganhei o dia!
(Não gosto de peixes, por isso optei por colocar flores e conchas no aquário e faz um vistaço na cabeceira da cama!)











Se há Benfiquistas por aqui, vão certamente dispensar apresentações. Ultimo jogo do campeonato e mais uma vez, alguém se lembrou que eu iria estar a trabalhar e com muita pena minha não podia ver o jogo, resultado? Benfica ganha o campeonato e eu ganhei este presente. 









É o que dá esperar que as amigas paguem as compras que estão a fazer dentro da loja. Uma pessoa tem que se entreter a ver as coisinhas que por lá estão. (E é o que dá ter amigas com bons ouvidos.) Enquanto esperava comentei com o meu namorado que achava o colar super fofinho. Quando a amiga saiu da loja, vinha com um saquinho a mais, é preciso dizer mais alguma coisa?












E porque não vivo só de bens materiais, o meu quarto ganhou uma decoração nova quando encontrei esta concha(?) na praia.O namorado diz que é a casinha de um caranguejo,eu cá não sei do que é, mas sei que é uma coisinha fofa que andava perdida pela praia e que eu adorei.










Confesso que não sou a típica rapariga que delira quando lhe oferecem flores, na verdade dispenso e o namorado nem tenta porque já sabe que vou gozar com ele, mas com este ramo foi diferente. 
Deste eu gostei, não pelas flores, mas pelo gesto. Foi-me oferecido no dia dos meus anos, pela mãe de um dos "meus meninos" e eu que gosto tanto dela, só pude ficar feliz quando o filho mais novo vem a correr até mim com este ramo que era quase maior do que ele (adoro crianças, não há nada a fazer!)
Encheu-me o coração e fez-me ver que ainda há por ai muito boa gente que vale a pena conhecer.










Mas isto não é só receber. Tirei esta foto antes de oferecer uma prenda a uma pessoa de quem gosto muito.

 Adoro dar prendas. Seja numa data especifica ou num dia qualquer em que vejo algo que tem a cara de tal pessoa.
Acho que fico mais feliz quando ofereço alguma coisa a alguém do que quando recebo. Gosto de fazer surpresas, de puder deixar alguém feliz naqueles dias em que se calhar nem tudo corre bem.
E a felicidade dos outros só me pode deixar feliz também.
Acho que se não for para nos sentirmos assim, o coração não nos serve de nada.








E vocês, gostam mais de dar ou de receber?
Beijinhos, Tânia

segunda-feira, 6 de julho de 2015

Natura

      Quando falamos em flores qual é o primeiro animal que vos vem à cabeça? 
É mesmo de abelhas que estou a falar, porque o verão não é só sinónimo de praia. O calor não trás só a vontade de deitar ao sol, trás também as flores e as flores trazem obrigatoriamente as belas das abelhas. 
     Costumo fugir delas a sete pés, não é por nada mas as bichinhas gostam de me espetar o ferrão e eu não estou para ai virada! Mas quando me metem uma máquina na mão fico mais do que destemida! 

No fim-de-semana virei-me para o jardim, dando mais atenção a pequenos pormenores que por vezes nos passam despercebidos. Confesso que passei algum tempo a tentar captar as abelhas, não por falta das mesmas mas porque não tenho uma lente para macro, então demorei um pouco mais.

As macro sempre me fascinaram. Gosto de olhar com calma, de pormenores. Acho que o segredo de qualquer coisa está nos pormenores, nas pequenas coisas e deve ser por isso que lhes dou tanta atenção.







Uma boa semana para todos,
beijinhos

sexta-feira, 3 de julho de 2015

Sol e Mar

    Voltei (finalmente) a ter os fins-de-semana livres (yeey) e com este sol e calor maravilhosos não é difícil adivinhar onde me fui meter - Praia!
E a sorte de viver num pais à beira mar plantado é que há praias para onde quer que me vire. Adoro o Algarve, mas está assim um bocado longe e até lá chegar há que escolher outros destinos. No fim-de-semana passado fui para a minha zona de eleição aqui nestas bandas- a Arrábida

    A Arrábida tem, para mim, o melhor de dois mundos - o campo e a praia numa simbiose perfeita. Não há nada melhor do que estender a toalha e olhar para um lado e ver verde, olhar para o lado oposto e ver o azul do mar. É uma calma a dobrar. E melhor do que isso é que a Arrábida tem algumas mini-praias escondidas, e para mim que adoro explorar é ouro sobre azul! 

Já tinha imensas saudades da praia, do sol e de ficar de molho tempos sem fim, mas ainda arranjei tempo para fazer o gosto ao dedo! Porque a vista é tão bonita que me apeteceu partilhar com toda a gente.

Deixo-vos algumas fotografias da paisagem de que tanto gosto, espero que gostem também.











E vocês, quais as vossas praias de eleição?
Beijinhos, Tânia

quinta-feira, 2 de julho de 2015

Baralhar e voltar a dar

Não vale a pena, por muito que queira não consigo ser uma blogger como a maioria. Não consigo passar por cá todos os dias e estar cheia de temas sobre os quais falar, por isso está na hora de me focar no que quero realmente mostrar neste espacinho. E o que quero mesmo mostrar são as minhas fotografias. 
Foi por isso mesmo que alterei o nome do Blog, porque este é o meu espaço, com as minhas fotografias e por isso mesmo simplificar é o melhor remédio. Daqui para a frente vão ser apenas publicadas as fotografias que for tirando e que ache que valem a pena ser partilhadas com todos.

Espero que continuem a passar por cá e a dar-me feedback para que possa melhorar!


Beijinhos, 
Tânia